terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Traduzir - se

Uma parte de mim é todo mundo: outra parte é ninguém, fundo sem fundo.

Uma parte de mim pondera: outra parte delira.

Uma parte de mim é permanente: outra parte se sabe de repente.

Uma parte de mim é multidão: outra parte estranheza e solidão.

Uma parte de mim almoça e janta: outra parte se espanta.

Uma parte de mim é só vertigem: outra parte linguagem.

Traduzir uma parte na outra parte - que é uma questão de vida ou morte - será arte?

Ferreira Gullar


2 fingiram meiguice:

***...JéèHhH...*** disse...

Muito massa concordo com voc guria

Andressa Xavier disse...

Ferreira Gullar, ótimo !

Beijo e tenha um ótimo final de semana :)

ps: virei seguidora, rs.